CidadesDestaque

Marcelo: o melhor lugar do mundo é aqui, Arraial do Cabo

Enquanto a maioria dos empresários fazem e refazem as contas para enfrentar o sobe e desce da economia no país, alguns restaurantes da região resistem e se tornam referência em qualidade e atendimento. Em Arraial do Cabo, Região dos Lagos, o restaurante Água na Boca, mostra que um bom serviço e a qualidade dos produtos são itens obrigatórios para manter a casa a todo vapor por mais de 24 anos. Seguindo os rígidos critérios de Saúde, os clientes encontram uma opção segura para suas refeições e também estadia.

Mesmo com amplo espaço no salão com 160 lugares, nos finais de semana pode-se esperar alguns minutos para conseguir uma mesa. O movimento é intenso entre moradores da Região e turistas de todas as partes do país e do mundo.

“São 24 anos de restaurante aberto, quando você faz o cliente seu amigo, você faz um novo amigo e esse amigo, faz a propaganda para outro amigo e assim sucessivamente. Quando você percebe, já estamos conhecidos até no exterior. Não importa quanto tempo o cliente demora para voltar, importante que ele volte e diz que a comida está melhor do que antes. Isso se chama fidelidade. Com isso, participamos de várias gerações na família dos clientes”, orgulha-se o capixaba Marcelo Rodrigues dos Santos que comanda um dos restaurantes mais conhecidos da Região.

Instalado numa das principais avenidas de Arraial do Cabo, o Água na Boca atende a turistas, moradores da Região e pessoas que trabalham em empresas na cidade.  A variedade no cardápio vai da tradicional comida caseira, passando por churrasco preparado na hora onde o cliente pode escolher o tipo de carne, a um farto buffet de frutos do mar, além de grande variedade de saladas tropicais. Diversas sobremesas conquistam o paladar de jovens e adultos.

SEGREDO 

Para manter tudo funcionado, Marcelo revela que o segredo é estar sempre presente, tanto no apoio da equipe de trabalho como também conversando com clientes, ouvindo sugestões e algumas dicas.  O dono do Água na Boca também se inspira em viagens internacionais para aprender e observar novas tendências do mundo da gastronomia.

“Cada viagem que faço, observo muito, pergunto e vou vendo o que eu posso também incluir no meu serviço para ficar melhor sempre. Quando se oferece comida fresca e de boa qualidade, o cliente não se importa com o preço, não adianta fazer guerra de preços com outros estabelecimentos, o turista quer ser bem atendido, ele quer qualidade”, diz.

ESCOLA

Para inovar e buscar qualidade, o empresário brasileiro precisa também redobrar esforços para enfrentar as variações econômicas, crises e escassez de produtos. “Temos uma carga tributária muito grande, com altos custos operacionais, sabemos quanto custa cada imposto e como é difícil manter os funcionários”, diz.

O restaurante Água Na boca é também uma verdadeira escola de Gastronomia.  Marcelo Rodrigues diz que o local é uma escola para muitos funcionários, e que existe uma troca de conhecimentos.

“Já tive funcionários que me ensinaram e eu já tive pessoas que entraram como ajudantes e saíram como cozinheiros. Procuramos encaixar os funcionários com o que eles sabem fazer melhor, muitas vezes trocamos de função, além da promoção profissional”, conta Marcelo que também comanda o Hotel Summer com 24 suítes que está no mesmo prédio.  Nestes anos todos, o empresário afirma que já passaram mais de 500 funcionários sob seu comando.

“Os mais antigos são o Luiz Antônio, José Carlos e Saulo que entraram no começo e completam 24 anos no restaurante comigo”, orgulha-se Marcelo que, mesmo na baixa temporada, emprega cerca de 20 funcionários para manter o restaurante e o hotel com a mesma qualidade de atendimento e serviços.

Se os indicadores apontam que restaurantes tradicionais no Rio e São Paulo fecharam as portas junto com mais de uma centena de bares e lanchonetes nos últimos anos, o empresário Marcelo Rodrigues diz que está atendo a economia do país e vai continuar com foco para manter a qualidade do Água na Boca e no Hotel Summer em Arraial do Cabo.

O empresário destaca ainda que é preciso apreender a tratar os turistas todos os dias.

“Temos que aprender lidar com nossos turistas. Eles não são nossos inimigos e sim nossos amigos. Eu procuro saber qual a necessidade dele, ele que paga meu salário, ele é meu ganha pão, por isso ofereço meu melhor. Este é meu diferencial”, diz.

O Caribe brasileiro na Região dos Lagos

O empresário Marcelo Rodrigues não poderia ter escolhido local melhor para abrir seus empreendimentos. Com foco no atendimento de qualidade também para o paladar exigente de visitantes de diversos locais do Brasil e do mundo, o restaurante Água na Boca e o Hotel Summer estão localizados na cidade considerada o Caribe Brasileiro, Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio.

Com isso, o empresário se cercou de cenários naturais de tirar o fôlego e águas azuis esverdeadas que encantam a todos que entram na cidade. As atividades são diversas e quem visita Arraial, após se servir de um farto café da manhã no Hotel, pode aproveitar o dia para seguir em trilhas com guias autorizados. Existem trilhas para diversos níveis, incluindo para toda a família, podendo levar também as crianças. A vista no caminho e nos destinos finais é surpreendente. É uma boa oportunidade para registrar aquele final de semana especial, ou ainda as férias em família.

Quem busca o sossego do interior, encontra no Hotel Summer a sensação de casa na praia, que aliás fica a poucos minutos de distância. Os passeios de barco saem da Praia dos Anjos e levam para um mar de belas cores, águas cristalinas e pontos turísticos como a Gruta Azul. Também é possível se aventurar embaixo d’água com o mergulho, já que Arraial é conhecida como a Capital do Mergulho.

Passar o dia na praia é uma das atividades favoritas de quem visita este paraíso. São mais de 15 para escolher, sempre com a garantia de um bom almoço caseiro no restaurante Água na Boca quando retornar.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo