Turismo

Tutóia: os encantos dos Pequenos Lençóis Maranhenses

Quem viaja para o Maranhão, coloca logo os Lençóis Maranhenses no seu roteiro, mas ali pertinho um destino acaba ficando de fora da maior parte dos viajantes. Tutóia é a cidade base para explorar os Pequenos Lençóis Maranhenses. A cidade, cercada de praias, dunas e onde o sol brilha o ano inteiro, é hoje um dos principais roteiros turísticos do Estado.

Fundada em 29 de março de 1938, localiza-se na microrregião do Baixo Parnaíba. Composta por belas praias, mangues, dunas, lagos e rios, também é conhecida como um dos portais de entrada para quem quer conhecer o Delta do Parnaíba.

Tutóia além de todos os seus atrativos naturais, é também uma das passagens obrigatórias à Rota das Emoções

Devido à sua posição estratégica, ela funciona como base de apoio para quem deseja visitar esses destinos e também para quem percorre a Rota das Emoções que inclui Jericoacoara, Delta das Américas e Lençóis Maranhenses.

A viagem pode ser feita por estradas asfaltadas em um percurso de cerca de 470km a partir da capital maranhense. Outra forma de chegar até Tutóia é por Barreirinhas, distante cerca 75km.

História

Seus primitivos habitantes eram os índios Tremembés, sobre os quais Gonçalo Pereira Lobato e Souza, que governava o Maranhão quando foi criada a Vila Viçosa de Tutóia, disse serem “os mais bem figurados, valentes e prestimosos” de toda a Capitania.

Apesar de haver alcançado considerável crescimento econômico e populacional, a ponto de, em 1862, contar com uma população de 14.554 pessoas, incluindo outras povoações entrou em decadência e, em 1871, teve sua sede transferida para Barreirinhas. Inconformados com essa situação, os tutoienses reagiram, conseguindo que, em 1890,a autonomia do município fosse restaurada. A 29 de março de 1938, pelo Decreto-Lei Nº 45, foi elevada à categoria de cidade, posição que ainda conserva.

Possuindo excelentes condições portuárias, Tutóia foi, por muito tempo, escoadouro das riquezas dos municípios do Baixo Parnaíba e do Litoral Nordeste. Possuindo grande potencial pesqueiro, destaca-se também por sua produção salineira, que é quase toda exportada para o Sul do país. Futuramente, e para isso a atual administração do município está desenvolvendo projetos. Tutóia poderá tornar-se grande centro turístico, graças à beleza de suas praias, ao clima ameno e saudável e à abundância de frutos do mar que oferece aos visitantes.

Tutóia quer dizer lençol de areia, embora alguns afirmem que seu verdadeiro significado é água boa, na língua dos índios tupis, que lá também moraram

Ecoturismo

Para quem gosta de estar em contato com a natureza, Tutóia é um prato cheio. Afinal, o destino é conhecido como um dos mais importantes roteiros de ecoturismo no Brasil. Na cidade é possível encontrar de tudo um pouco: mar de águas calmas, rio, dunas de areias brancas, lagoas e muito mais.

Isso sem falar, é claro, da culinária maranhense, que é de dar água na boca e, por isso, sempre agrada os turistas de todos os cantos, sejam brasileiros ou visitantes de outros países. A região tem atrações para toda a família!

O que visitar?

Com extenso litoral, as dunas dos Lençóis cercam a maioria de suas praias e lagoas, o que justifica o nome dado pelos índios Tremembés, que habitaram a área no século XVIII. A cidade é uma microrregião dos Lençóis Maranhenses e conhecida por seus encantos‚ dunas‚ lagoas e praias nativas. De qualquer forma, em Tutóia pode-se desfrutar de piscinas naturais formadas entre as dunas na época das chuvas (de janeiro a julho). Suas águas são cristalinas, diferentes das do mar, bem mais turvas (influência dos manguezais). As dunas são uma das atrações da cidade, onde é possível fazer passeios a pé, de buggy ou de carro com tração nas 4 rodas. O Delta do Parnaíba‚ a Ilha do Caju e os Lençóis Maranhenses preenchem a cidade de Tutóia que se tornou nos últimos tempos um dos maiores atrativos para a pratica do eco-turísmo.

Delta do Rio Parnaíba

Esse passeio é ideal para entender porquê o Delta do Parnaíba (também conhecido como Delta das Américas) é considerado o maior das Américas e o terceiro maior do mundo. Com uma área total de 2.700 km², Tutóia está no Delta da Parnaíba, único delta em mar aberto das Américas. Onde pode ser encontrado igarapés, os mangues, as dunas, as ilhas e ilhotas, uma boa oportunidade para aproveitar o ecossistema que ali existe.

No porto de Tutóia é possível conseguir comprar as passagens para conhecer o Delta do Rio Parnaíba. O valor varia entre R$ 70 e R$ 80.

Após alguns minutinhos de passeio você terá uma grande surpresa: um enorme cargueiro que encalhou em um banco de areia há mais de 30 anos. Mas ele não é o único, já que ao longo das baías você encontrará mais dois – sendo assim, leve equipamentos fotográficos para registrá-los.

As maravilhas não acabam por aí, pois o “cemitério de navios” continua: alguns pescadores encalharam em outro ponto do Delta e o barco ficou por ali. No mesmo ponto, ainda é possível aproveitar as “praias temporárias” – a cada 6 horas, quando a maré sobe, tudo fica tomado pela água.

É um passeio e tanto para conhecer as belezas e as curiosidades de Tutóia. Aproveite!

Pequenos Lençóis

Não existe nada comparável aos fascinantes Lençóis Maranhenses. Eles são formados por grandes e pequenos Lençóis que formam uma grande região entre os municípios de Primeira Cruz,Barreirinhas, Paulino Neves e Tutóia , no Maranhão. São cheios de altas dunas com até 40 metros de altura e lagoas de água doce (formadas no período chuvoso), cujas águas variam entre os tons de verde e azul.

Os Lençóis Maranhenses seriam um grande deserto, se não chovesse aqui 300 vezes mais do que no Saara. São estas águas que, aprisionadas entre as dunas, formam verdadeiros oásis tropicais, paradas obrigatórias para quem caminha nas dunas. Algumas lagoas chegam até a ter peixes ! Como se não bastasse, ao redor da região mangues, restingas e 70 km de praias contribuem para fazer dos Lençóis um mundo de belezas intermináveis – e inesquecíveis. Para explorar tudo isso, o ideal é percorrer seus caminhos de todas as formas possíveis, mergulhando em suas lagoas… O impossível é não deslumbrar-se com este lugar mágico e exótico.

Praia do Amor

Além de um belo banho de mar, a Praia do Amor é recomendada para quem ama a natureza, principalmente de forma rústica. De lá é possível ver um lindo pôr do sol.

Outros locais que devem ser visitados por quem passa pelo município são as Praias do Arpoador, as Lagoas da Taboa, Jacaré, da Areia e Lagoinha.

Ilha do Cajú: Trilhas, dunas e iguapés

O passeio pelas Ilhas do Delta continua! Logo após o almoço com tudo o que você tem direito, escolha uma bela trilha para caminhar enquanto seu corpo faz a digestão. Depois de alguns minutos de caminhada, é hora de fazer uma pequena parada na incrível Ilha do Cajú.

O local possui dunas emolduradas pelas águas que parecem ser infinitas. O passeio segue para os igarapés que são cursos d’água amazônicos de pouca profundidade. Por lá, você pode ver como é feita a captura dos caranguejos. Para fechar o passeio com chave de ouro, admire a bela vista do sol se pondo no rio Parnaíba. É sensacional!

Atrações radicais em Tutóia

Atrações radicais é o que não falta em Tutóia. Os aventureiros de plantão podem aproveitar os passeios de carro ou quadriciclo pelos 20km de praias. Se você for viajar com seu parceiro ou parceira, não deixe de visitar a Praia do Amor, queridinha dos casais apaixonados.

Para finalizar o dia, assista ao grande espetáculo da revoada dos Guarás – espécie de aves considerada uma das mais bonitas do Brasil. A coloração vermelha de suas penas se deve à alimentação à base de caranguejos vermelhos que habitam os mangues

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo