DestaquePolícia

Operação Celulose investiga gerentes de banco por estelionato e lavagem de dinheiro

O Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil (DGCOR-LD) realizou, na manhã de quarta-feira (30), a Operação Celulose, contra integrantes de uma quadrilha envolvida com lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e estelionato. Foram  cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, em diversos endereços da capital fluminense.

Dentre os suspeitos estão dois gerentes de banco. Na casa de um deles, os policiais apreenderam cartões de crédito em branco, além de extratos bancários.

De acordo com o delegado Leonardo Borges, titular da Delegacia de Combate ao Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (DCOC), que comandou a ação, gerentes envolvidos no esquema criavam contas falsas em nome de “laranjas” e utilizavam linha de crédito através de cartões para recebimento de dinheiro nas agências.

O grupo movimentou mais de R$ 20 milhões desde 2014, através de fraudes em linhas de crédito para compra de materiais de construção. Eles usavam empresas de fachada para a lavagem do dinheiro ilícito.

As investigações começaram após serem constatadas movimentações atípicas em contas bancárias de empresas de reciclagem. Após os indícios, a polícia pediu ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) relatórios de inteligência financeira (RIFs) e quebra do sigilo fiscal, com autorização da Justiça.

As buscas tiveram o objetivo de arrecadar materiais e documentos que possam auxiliar nas investigações e identificações de todos os integrantes do bando. Os materiais apreendidos foram levados levados para a sede do DGCOR-LD, na Lapa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo