DestaquePolítica

Paralisação da Comsercaf gera acúmulo de lixo nas ruas de Cabo Frio

Após coletores da Comsercaf cruzarem os braços, o município de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio amanheceu na quarta-feira (20) com ruas de diversos bairros com pilhas de lixo acumulados dos estabelecimentos e residenciais. Desde segunda-feira (18), os profissionais da limpeza se recusam a sair para trabalhar, em virtude dos dois meses de salários atrasados, e estão acampando na sede da empresa, prometendo mais paralisações e reivindicações.

Enquanto o impasse não chega ao fim, o lixo espalhado pelas vias da cidade tira o sossego de moradores. “Nada resolvido e o lixo só aumentando nas ruas. Uma imundice só. Com esse calor não esta fácil”, lamentou Ema Izabel. “A sujeira está demais nas ruas, entulhos nas calçadas, lixo espalhados, vetores de doenças invadindo as casas. Não dá pra não priorizar a limpeza urbana sr. Prefeito. Todo mundo perde, a mobilidade urbana, a saúde pública o bem estar da população e os trabalhadores”, fez coro Douglas Ferreira.

“As ruas do Cajueirro estão fedendo tomadas de lixos. Daqui a pouco vai encher de ratos”, alerta Eduarda Gomes.

Segundo um funcionário da autarquia que não quis se identificar, os trabalhadores da Comsercaf fizeram uma reunião com o presidente, Jefferson Vidal, que prometeu quitar todos os atrasados até esta quinta-feira (21). Ainda segundo esse funcionário, se até data os atrasos salariais não forem resolvidos, a coleta de lixo no município vai parar.

Em nota, a Prefeitura de Cabo Frio confirma a paralisação de segunda e informa que o Governo Municipal, que assumiu a gestão há 19 dias, reafirma o compromisso prioritário com o pagamento dos servidores, e já vem antecipando o pagamento de janeiro para todas as categorias, na medida da entrada de recursos no caixa.

Ainda segundo a Prefeitura, até o momento foi possível efetuar o pagamento dos pensionistas, dos aposentados e os profissionais da Educação.

A nota reafirma que o prefeito José Bonifácio mantém a posição firmada em campanha de priorizar o pagamento dos salários do funcionalismo. O governo municipal se coloca aberto ao diálogo e pede aos servidores da Comsercaf para que retornem ao trabalho, em virtude de se tratar de um serviço essencial para a população.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo