CidadesDestaque

Descaso com o lixo continua aborrecendo moradores em Cabo Frio

Quando se fala em falta de responsabilidade com o lixo, Cabo Frio, na Região dos Lagos, se destaca pelos extremos opostos. O município que já recebeu o título de Cidade Mais Limpa do Brasil, vem acumulando descasos nos últimos anos. Quem visitou Cabo Frio nos tempos de glória não reconhece a cidade hoje.

Poucos dias antes do primeiro feriado prolongado com liberação para os turistas na cidade, nossa redação recebeu nova denúncia de lixo cobrindo as calçadas.

Na Avenida Vitor no bairro Parque Burle, um morador flagrou uma cena que virou rotina na cidade. Calçadas tomadas de lixo e entulho, impedindo a passagem dos pedestres.

Logo na calçada da própria Secretaria de Educação, moradores também flagraram a calçada bloqueada por entulhos que se acumulam.

Não importa se passamos pelo Centro da cidade ou pelos bairros da periferia, a situação é a mesma. É lixo e pilhas de entulhos que se acumulam nas calçadas impossibilitando a passagem dos pedestres.

“Fui visitar a Praia do Forte, que tanto ouvia falar por sua beleza, mas não acreditei no que vi no caminho até lá. Fui caminhando pelo Centro da cidade e tive que andar na rua diversas vezes porque tinham pilhas de lixo na calçada, além de um mal cheiro constante em diversos trechos. A praia realmente é linda, mas o caminho até lá é sofrido”, relatou um casal de turistas que visitou a cidade.

Em diversos bairros, causam danos ainda mais graves como é o caso do bairro nobre, Parque Burle, que assim como tantos outros da cidade, inunda a cada chuva que cai. O bairro vizinho, Portinho, onde fica localizado o shopping do município também sofre com o mesmo descaso. Inclusive, quem visita o shopping em dias de chuva mais forte já se prepara para a possibilidade de ficar ilhado, pois a rua principal, a Henrique Terra, via de grande movimento, vira um lago.

Tudo isso acontece pela combinação imprudente de falta de saneamento correto e drenagem da água pluvial e lixo espalhado pelas ruas.

“Já passei por uma situação muito assustadora”, relata a moradora Tânia. “Nunca tinha ido ao shopping em dia de chuva e quando fui, me vi completamente ilhada junto a todas as outras pessoas que estavam naquele dia. A água na rua batia no nosso joelho e tinha uma espécie de correnteza que puxava a gente. Tivemos que formar uma corrente humana para poder atravessar a rua e chegar à segurança. Tudo isso mergulhando em uma água de cheiro muito ruim. Como moradora que paga seus impostos em dia, não me conformo com isso”.

O relato foi sobre o Portinho, bairro nobre da cidade. Já no Distrito de Tamoios, a população se diz esquecida pelo governo municipal.

“Se no Centro, a coisa já está feia e nada é feito para resolver, imagina aqui no Segundo Distrito. Ficamos abandonados pela prefeitura. Eles deixam as pilhas de lixo tomarem proporções absurdas para poder vir recolher e nós pais de família e os nossos que temos que conviver com o cheiro terrível, sem falar nos animais que aparecem. Nós também somos moradores de Cabo Frio e exigimos respeito”, relata um morador que prefere não se identificar por medo de represálias.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo