CidadesDestaque

Crescimento de casos de covid no estado aumenta também ocupação de leitos

O número de casos de covid-19 vem aumentando de forma alarmante na cidade do Rio e região metropolitana. Em todo o estado já são 22.141 óbitos e 340.833 casos confirmados. Com este crescimento, a taxa de ocupação dos leitos também chamam atenção. Nesta terça-feira (24), nas unidades da rede estadual, 40% de leitos de enfermaria e 77% dos leitos de UTI estão ocupados.  Já na cidade do Rio, os números da rede municipal do Rio são ainda maiores. Dos 901 leitos,  60% de sua capacidade total está ocupada, com 541 paciente internados. Dos 271 leitos de UTI 97% estão ocupados.

Pelo SUS (que compreende as redes municipais, federais e estaduais), a cidade do Rio 93% dos leitos de UTI e 70% das enfermarias já estão ocupados. No total, na rede pública do estado, 184 suspeitos ou confirmados de coronavírus aguardam transferência para leitos de internação. Desses, 107 são para enfermaria e 77 para UTI. Houve um crescimento de 22% e 26%, respectivamente, se comparados com os índices registrados no dia 24 de outubro, quando 76 suspeitos ou confirmados aguardavam transferência para leitos de internação, sendo 38 para enfermaria e 38 para UTI.

Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, dos 192 leitos existentes, 127 estão ocupados, o que representa 66%. No complexo do Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo (HMMRC) dispõe hoje de 10 leitos de enfermaria na UPA Beira Mar, e 10 leitos de CTI na unidade hospitalar. Os números atualizados, nesta terça-feira (24), registram uma ocupação de cinco pacientes internados em CTI e sete em enfermaria.

Já no Hospital Municipal São José, cerca de 71% dos leitos estão ocupados. Esta taxa, em outubro, variava entre 45% e 50%, segundo a prefeitura. A unidade tem 100 leitos de CTI e 28 de enfermaria para covid-19, das quais 74 leitos de CTI e 17 de enfermaria estão ocupadas. A prefeitura ressaltou que o hospital recebe pacientes de todo o estado, através do Sistema Estadual de Regulação (SER).

No Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, dos 44 leitos, 24 estão ocupadas. Quanto a fila de espera de pacientes de Duque de Caxias junto ao SER, a prefeitura informou que sete pacientes aguardam na fila por uma vaga.

O Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) tem 96% dos leitos ocupados dos 30 que possui. Segundo a prefeitura, 10 são de UTI e 20 de enfermaria, que podem se tornar de UTI em caso de necessidade. Na manhã desta terça-feira (24) haviam 29 pacientes internados com a doença, sendo dez na UTI e 19 em enfermaria. A cidade tem 734 óbitos e 8.365 casos de coronavírus.

Em Niterói, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que a média de ocupação de leitos é de cerca de 40%. A rede pública do Município possui capacidade total de 260 leitos exclusivos para pacientes com covid-19. A cidade está no estágio Amarelo 2 dentro do Plano de Transição Gradual Para o Novo Normal.

O município de Belford Roxo possui 157 leitos, dos quais 60% estão ocupados. A Secretaria Municipal de Saúde informou que abrirá mais leitos de acordo com a necessidade.

A Prefeitura de São João de Meriti informou que está com 65% dos leitos destinados aos pacientes de coronavírus ocupados. No Hospital Municipal da cidade, estão os 30 leitos de UTI do município e tem outros 10 leitos na UPA de Jardim Íris para pacientes que não apresentarem gravidade. O município já confirmou 4.245 casos da doença e 521 óbitos.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo