CidadesDestaque

Cresce o número de pessoas em situação de rua em Rio das Ostras

Entre os dias 4 e 8 de janeiro foram atendidos 16 novos casos de pessoas em situação de rua no Creas

Mesmo diante do alto índice de pessoas infectadas pela Covid-19 no Brasil e da Bandeira Vermelha decretada pela Administração Municipal, Rio das Ostras está recebendo milhares de turistas durante o verão, período considerado alta temporada na cidade por conta das belezas naturais, sol e praia. Índices estatísticos da Secretaria Municipal de Bem-Estar Social apontam que nesta época aumenta bastante o número de pessoas em situação de rua e que em 2021 não está sendo diferente.

Somente na primeira semana de janeiro, entre os dias 4 e 8, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Creas atendeu 16 pessoas. No intuito de mapear e levantar o diagnóstico das pessoas em situação de rua, a equipe do Serviço Especializado em Abordagem Social da Prefeitura retomou suas atividades noturnas nesta última terça-feira, dia 12. Nesta ação, foram realizados 27 atendimentos, sendo 15 atendimentos novos.

O Serviço Especializado em Abordagem Social desenvolve ações com a população em situação de rua no intuito de apresentar a rede,  os serviços ofertados no município, bem como a realização de encaminhamento para retirada de segunda via de documentação civil e contato com rede parental. O objetivo deste serviço é de construir um vínculo com esse público e trazê-lo para o atendimento particularizado no Creas, visando a superação das violações de direitos, como também sua saída das ruas. A equipe é composta por assistentes sociais e orientadores sociais, e conta ainda com apoio do GOE – Grupamento de Operações Especiais.

O Creas também realiza inscrição das pessoas em situação rua no CadÚnico para concessão do Bolsa Família, assim como auxilia o usuário nas questões relacionadas a benefícios previdenciários junto ao INSS. Realiza ainda encaminhamentos a rede de Saúde e demais políticas públicas que fazem necessárias.

Quando há interesse do usuário por abrigamento (acho que ficaria melhor abrigo), as pessoas em situação de rua são encaminhadas para o Dormitório Casa do Sorriso, que hoje, devido à pandemia teve seu número de vagas reduzido para evitar aglomeração, passou a atender um total de 25 pessoas. Lá são oferecidos banhos quentes, camas individuais com lençóis e cobertas limpas, além de duas refeições diárias, café da manhã e jantar.

“Desde o início da pandemia focamos nosso trabalho neste público, intensificamos as abordagens para garantir o acesso a informação e as devidas orientações referentes à Covid-19. Neste período de alta temporada, o número de pessoas em situação de rua aumenta muito e precisamos prestar a devida atenção e orientação, principalmente por conta da pandemia”, disse Giselly Leão, diretora do CREAS.

Os serviços do CREAS são ofertados de segunda-feira a sexta-feira, em horário reduzido devido ao novo decreto referente à pandemia, das 9h às 16h. O atendimento é na Rua Araguaia, nº 150, Balneário Remanso. Mais informações pelo telefone (22) 2771-6409.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo