CidadesDestaque

CRAS Alecrim promove ações sobre Setembro Amarelo

Para marcar o mês de prevenção ao suicídio, o chamado “Setembro Amarelo”, o Centro de Referência de Assistência Social Catharina Machado da Silva Borges, no bairro Alecrim, em São Pedro da Aldeia, está promovendo ações educativas com usuários da unidade. A iniciativa envolve a distribuição diária de flores amarelas com mensagens reflexivas e bate-papo sobre Saúde Mental com usuários e moradores que procuram atendimento no CRAS. As atividades acontecerão durante todo o mês de setembro.

A coordenadora do CRAS Alecrim Andrea Cerbino conta que, até o momento, cinco encontros já foram realizados na unidade. “Estamos promovendo esse bate-papo durante todo o mês sempre que temos um grupo aguardando atendimento, por isso chamamos de ‘Salas de Espera’. A cada encontro, a equipe técnica chama a atenção sobre a importância do cuidado com a saúde mental, principalmente durante a pandemia, e faz um alerta para os diversos sinais que indicam a necessidade de se procurar ajuda”, explicou.

Segundo Andrea, anualmente o CRAS, que é um equipamento gerido pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), desenvolve ações em prol da campanha de prevenção ao suicídio e a automutilação. “Este ano, além das ‘Salas de Espera’, a equipe do CRAS Alecrim se envolveu nesta campanha produzindo flores amarelas com mensagens positivas para ofertar aos nossos usuários. Também editamos um vídeo com a participação da equipe com mensagens positivas e a divulgação do telefone 188 do Centro de Valorização da Vida”, destacou a coordenadora.

Canal de ajuda

Fundado em São Paulo em 1962, o Centro de Valorização da Vida (CVV) se consolidou como um importante canal de ajuda gratuito para a população. A organização atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio por meio do telefone 188 e também por e-mail e chat 24h por dia. O CVV atende voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo.

Para conhecer mais sobre a ONG e os meios de contato, basta acessar www.cvv.org.br.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo