Esportes

Basquete: Minas herda vaga na Champions League das Américas

O Brasil terá um quarto representante na próxima Champions League das Américas – equivalente à Libertadores no basquete masculino. A federação internacional da modalidade (FIBA, na sigla em inglês) anunciou que o Minas Tênis Clube será um dos substitutos dos uruguaios Peñarol e Aguada, que não poderão disputar a competição em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19) e dos protocolos de saúde em vigência no país vizinho. O Obras Sanitarias (Argentina) ocupará a outra vaga.

O Minas herdou a quarta vaga que foi aberta ao basquete nacional por ter sido o quarto colocado na primeira fase da temporada 2019/2020 do Novo Basquete Brasil (NBB) – que não foi concluída por conta da pandemia. Os outros clubes do país no torneio são Flamengo, Sesi Franca e São Paulo. O Rubro-Negro, aliás, será adversário dos mineiros na primeira fase, porque o Peñarol integrava o grupo dos cariocas. Já o Obras Sanitárias, novo representante argentino e substituto do Aguada, está na chave do Franca.

“Ficamos muito felizes com esse comunicado da FIBA de que a gente foi uma equipe selecionada para jogar a próxima Champions League, que é uma competição que a gente sempre teve como alvo. Espero que a gente consiga fazer uma participação muito boa e estamos todos muito motivados para o início deste campeonato, que já começa na próxima semana”, disse o técnico Léo Costa, em depoimento ao site do Minas, que é o líder da temporada 2020/2021 do NBB.

Na primeira fase, os 12 participantes da Champions estão divididos em quatro grupos, com três equipes. Os times jogam três vezes entre si nas respectivas chaves. Cada turno será realizado em ginásios diferentes, sem público nas arquibancadas e com acesso restrito de pessoas. O primeiro turno começa na segunda-feira (1) e vai até o dia 5. Os horários dos jogos ainda serão confirmados pela FIBA. O segundo turno ocorre entre 4 e 9 de março. O terceiro está agendado para 24 a 29 de março. O campeão de cada grupo vai à fase final, que será disputada entre 8 e 13 de abril, ainda sem sede definida.

O Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, é uma das primeiras sedes. O ginásio carioca abrigará o primeiro turno do Grupo D, que reúne Flamengo, Minas e Instituto de Córdoba (Argentina). O duelo brasileiro está marcado para quarta-feira (3). Na quinta-feira (4), os minastenistas encaram os argentinos. Na sexta (5), será a vez do Rubro-Negro enfrentar o Instituto.

Os grupos B e C têm o ginásio Obras Sanitarias, em Buenos Aires (Argentina), como palco do primeiro turno. O São Paulo, que se encontra no Grupo B, pega o Deportes Valdívia (Chile) na segunda-feira e o Quimsa (Argentina), atual campeão das Américas, na terça-feira. O Sesi Franca, que está no Grupo C, tem o Obras como primeiro rival, na segunda. Na terça, os francanos encaram o também argentino San Lorenzo.

O único grupo sem equipes brasileiras é o A, que tem como sede inicial a cidade de Manágua, capital da Nicarágua. A chave reúne o anfitrião Real Estelí, o Caballos de Coclé (Panamá) e o Titanes de Barranquilla (Colômbia).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo