Turismo

Verona, destino dos apaixonados no nordeste da Itália

Quem viaja para Veneza e se encanta com os charmosos canais da cidade também pode aproveitar para descobrir outras belezas que ficam por perto. Ali mesmo na região de Vêneto, mais ao norte de Veneza, está a lendária Verona, placo de uma das mais conhecidas histórias de amor, a de Romeu e Julieta. Mais do que ficção, a cidade rodeada por uma muralha medieval é considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco por ser uma parte viva da história europeia – ela é um exemplo de integração urbana, artística e arquitetônica dos últimos 2 mil anos.

HISTÓRIA

A cidade de Verona, ao que parece, foi fundada pelos Celtas. Mais tarde, foi uma colônia romana em 89 a.C., com o nome de Augusta. Foi capital de ducados durante a Reino Lombardo. Em 145 foi uma colônia de monges Benedetinos.

Verona chegou a ostentar a supremacia artística de toda a Itália, sendo sede de uma escola pictórica onde se destacou Paolo Veronese.

Verona foi palco para a célebre matança de franceses conhecida com o nome de Páscoas Veronesas.

Verona foi incorporada ao Reino de Itália, em 1866, com a Terceira Guerra de Independência Italiana.

A cidade foi declarada patrimônio da humanidade pela UNESCO por causa da sua estrutura urbana e arquitetura: Verona é um maravilhoso exemplo de cidade que se desenvolveu progressivamente e sem interrupções durante dois mil anos, integrando elementos artísticos de altíssima qualidade dos diversos períodos que se seguiram, representa também, em um modo excepcional o conceito de uma cidade fortificada em etapas determinantes da história europeia.

ANFITEATROS

É em Verona que está um dos maiores anfiteatros romanos da Itália, a Arena di Verona. Além disso, é um dos emblemas da cidade. Se passar por lá no verão, além de visitar esta imponente edificação, você também pode assistir um espetáculo na Arena. O festival de ópera local acontece entre os meses de junho e agosto, e vale a pena ficar de olho do calendário para garantir o ingresso para sua peça favorita. Assim como ela, 0utro ponto histórico que foi transformado em espaço de espetáculos é o Teatro Romano, o edifício mais antigo da cidade. Hoje, suas ruínas são palco do Festival Shakespeariano e do Verona Jazz Festival.

IGREJAS

Como em tantas outras cidades italianas, aqui também a visita às igrejas locais é um passeio interessante, principalmente porque são construções impressionantes e muitas vezes são parte essencial da história do lugar. Em Verona, visite o Duomo para observar os afrescos e os detalhes em mármore; a Basílica di San Zeno Maggiore, uma construção romana adornada com pinturas e estruturas; e a Basílica di San Fermo Maggiore, também uma obra do período romano, mas que foi modificada ao longo dos anos.

ROMEU E JULIETA

Por fim, não deixe de fazer o pequeno circuito temático de Romeu e Julieta. O drama dos dois jovens amantes, eternizado por William Shakespeare, pode até não ser verdade, mas os pontos turísticos relacionados à história conquistam os visitantes da cidade. A Casa di Giulietta é um edifício medieval que teria pertencido à família Capuleto, e foi restaurada para receber os turistas. A varanda e algumas peças usadas no filme Romeu e Julieta de Franco Zeffirelli foram adicionadas ao local, tornando-o um cenário perfeito para a trama. No jardim está uma estátua de Julieta, feita por Nereo Costantini, que dizem dar sorte no amor. O fim trágico da história está marcado no Monastério de San Francesco in Corso, que foi construído em 1230. A tradição diz que está ali a tumba de Julieta.

O túmulo de Julieta – Dentro do convento de San Francesco al Corso está preservado uma série de túmulos de frades mas o túmulo que tem a maior procura certamente é o túmulo de Julieta.

O convento em si está localizado fora da região central da cidade. O sepulcro de Julieta é um belíssimo sarcófago esculpido em mármore vermelho. É um passeio que vale muito a pena, principalmente para os apaixonados pelas artes.

CASTELVECCHIO

O Castelvecchio, Castelo Velho, passou a ser assim chamado depois da construção do Castelo San Pietro, que foi construído muito anos depois em Verona.

O Castelvecchio é uma belíssima construção militar, com tijolos aparentes, torres, parece ter saído diretamente do mundo medieval. Ele possui até mesmo um fosso usado na época antiga para retirar água do rio Adige. Um castelo milenar que foi palco de diversos momentos históricos importantíssimos desde a era medieval até a segunda guerra mundial.

Toda a história do castelo está exposta em um magnífico museu localizado no interior do Castelo. Nele estão obras bastante importantes de todo um milênio de história da Itália. O acervo possui peças medievais e renascentistas, curiosas armas de ouro além de grandes obras românicas, góticas, renascentistas e barrocas.

Além disso, é possível apreciar obras de jovens artistas da região.

O museu está aberto todos os dias, nas Segundas-Feiras das 13h30 às 19h30 e em outros dias das 8h30 às 19h30.

Dentro do castelo existem algumas atrações imperdíveis. Dentre elas estão:

  • O sarcófago de SS. Giovanni e Bacco, de 1179;
  • A estátua de Cangrande. Uma bela obra que traz a representação de um dos construtores do castelo;
  • O quadro Madonna della Quaglia, do pintor Pisanello;
  • O quadro Pala della Vittoria, de Girolamo dai Libri;
  • O quadro Fanciullo con disegno di un pupazzo, de Francesco Caroto.

TORRE DEI LAMBERTI

A vista mais bela de toda Verona na Itália é da torre do Palazzo della Ragione.

Este prédio foi por séculos a administração da cidade e dá vista para as duas principais praças de Verona: a Piazza delle Erbe e a Piazza dei Signori. A torre possui cerca de 84 metros de altura, é um dos pontos mais altos e mais famosos da cidade. São cerca de 368 degraus até o topo.

Arquitetonicamente falando a torre é dividida em duas partes, a inferior e a superior. A inferior possui 37 metros de altura e é toda construída com tijolos e tufo. A Porção superior é inteiramente construída em tijolos e só foi construída no século XV.

Se você deseja vislumbrar Verona do topo da Torre dei Lamberti não se preocupe, não é necessário subir degrau a degrau. Atualmente a torre possui um confortável elevador que leva os turistas até o topo dela.

GASTRONOMIA

É impossível falarmos sobre Verona e não citarmos o quanto a sua gastronomia é saborosa e especial.

Na Itália, é tradição comer bons pratos, feitos com os melhores ingredientes que podemos encontrar no país e isso não seria diferente nas cidades turísticas italianas.

A culinária de lá é muito rica e você pode encontrar os mais diferentes tipos de restaurantes e especiarias que são capazes de agradar a todo o tipo de público.

Sabemos que o momento de escolher um local específico para comer em meio a tantos outros pode se tornar uma tarefa difícil, e, por conta disso, temos duas opções para quem deseja experimentar o melhor cardápio de Verona.

O Torcolo – Se você sempre sonhou em jantar em um restaurante italiano clássico, como aqueles que são vistos no cinema, não pode deixar de conhecer O Torcolo.

Você pode apreciar pratos feitos com comidas típicas do local, sem precisar se preocupar com o agito que ocupa o centro da cidade.

Os risotos e os vinhos são os grandes destaques da casa e deixam sempre um gostinho de “quero mais” nos visitantes.

VINÍCOLA PIETRO ZANONI

Quando falamos em vinho não podemos deixar de citar a Venícola Pietro Zanoni. Com suas tradições e bebidas únicas, o local se tornou um grande ponto turístico para quem visita Verona.

Lá você pode encontrar dezenas de tipos diferentes de vinhos, além de poder realizar degustações dos mesmos.

Se você é um amante de vinho e da história da Itália, não deixe de conhecer esse belo espaço.

COMO CHEGAR

De carro – Se você estiver viajando de carro pelo norte da Itália, visitar Verona fica bastante fácil, já que a cidade fica localizada entre Milão e Veneza.

De trem – Se você estiver visitando Florença, Milão ou Veneza, o acesso de trem é bastante fácil também, além de ser prático. Você pode ver preços e horários dos trens no site da Rail Europe, a representante oficial das ferrovias italianas no Brasil.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo