CidadesDestaque

Rio das Ostras inclui mais pessoas em programa de Transferência de Renda

A Prefeitura de Rio das Ostras contemplou aproximadamente 64 famílias em vulnerabilidade socioeconômica com o Cartão Municipal de Transferência de Renda. Equipes da Secretaria de Assistência Social estão percorrendo as localidades para entregar no domicílio do usuário para dar mais comodidade e evitar aglomerações nos equipamentos da Assistência, neste momento de pandemia.

A entrega simbólica aconteceu na segunda-feira (09), no Centro de Referência de Assistência Social do Âncora (Cras Norte) com alguns titulares do Benefício, usando máscaras e sentados com distanciamento social.

Nesta nova etapa, foram entregues o Benefício Municipal do Idoso (BMI) e o Benefício Municipal de Pessoas com Doenças Crônicas e/ ou com Deficiência (BMD).

“Nesse momento se torna essencial para que as famílias com maior dificuldade financeira possam ter autonomia para adquirir alimentos, itens de higiene, medicamentos ou o que considerar mais relevante. A Prefeitura está à disposição da população para atendê-la para que possa superar as dificuldades impostas pela pandemia”, disse Eliara Fialho, Secretária de Bem-Estar Social.

O beneficiário do BMD e BMI recebe um cartão que pode ser utilizado em mercados, farmácias e postos de venda de gás credenciados pela operadora do cartão. Hoje, Rio das Ostras tem ofertado um total de 900 benefícios para as famílias, levando com isso mais cidadania e dignidade para as pessoas.

As famílias em vulnerabilidade social que não estão incluídas no programa são atendidas com o benefício eventual de cesta básica por meio dos Cras nos seus territórios.

O cartão digital também fortalece a economia local dentro dos diferentes bairros.

“Eu estou desempregada há um bom tempo e quando eu cheguei no Cras me senti muito bem acolhida. Estou vivendo de improviso para consegui alguma renda.  A inclusão é realizada por meio de avaliação da equipe técnica das unidades, que levam em consideração a situação socioeconômica e as vulnerabilidades enfrentadas pela família, contou Bárbara Regina.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo