CidadesDestaque

Rio das Ostras 29 anos: nem a pandemia desacelerou o crescimento da cidade

Além dos investimentos na Saúde, o Município continua com obras e ações em todas as áreas

Rio das Ostras completa neste sábado, 10 de abril, 29 anos de emancipação político-administrativa. Não é tempo de festa, mas sim, de empatia.

Desde muito antes do início da pandemia, a Administração Municipal iniciou um processo de reestruturação da Saúde, que está sendo fundamental para enfrentar o novo Coronavírus.

Somente em 2020, foram investidos R$ 105 milhões de recursos próprios na Saúde, o que representa mais de 35% do orçamento, 20% a mais do que o percentual obrigatório. E foi por isso que Rio das Ostras inaugurou a UPA 24h e a mantém funcionando com todos os recursos. É a única Cidade da região que construiu e mantém um Hospital de Campanha com recursos próprios, fundamental para aumento de leitos para atender os pacientes com Covid-19, que também contam com o Pronto-Socorro como unidade de referência.

De apenas seis leitos UTI, Rio das Ostras passou a contar com 17, sendo que 11 deles exclusivamente para atendimento dos pacientes Covid. Sem falar na contratação de profissionais, compra de equipamentos fundamentais para o diagnóstico da Covid-19 e a manutenção dos insumos. Além de avançar com a vacinação, mediante o recebimento das doses.

Mas nem a pandemia desacelerou o crescimento deste Município tão jovem. A população da Cidade vê todos os dias nas ruas o cuidado que a Administração Municipal tem com a segurança, bem-estar e a qualidade de vida da população.

SEGURANÇA – Depois das instalações das Bases Integradas de Segurança e modernização da frota, a Secretaria de Segurança Pública está investindo na qualificação dos Guardas Civis Municipais e, por meio do convênio com o Governo do Estado, aumentou a presença de Policiais Militares nas ruas.

Com um trabalho importante de ordenamento de trânsito e sinalização, Rio das Ostras está mais organizada. Os acessos às principais localidades estão mais fáceis, e a população se sente mais segura, com a preocupação que a Administração tem com os motoristas, pedestres e ciclistas.

Ainda sobre segurança, os investimentos feitos na iluminação pública também foram importantes. Centenas de luminárias de LED foram colocadas nas principais vias da Cidade e em localidades, que há anos estavam às escuras.

OBRAS – Mesmo em tempos de isolamento social, a Administração Municipal continuou com as obras de construção de creches, escolas, quadras poliesportivas, campos de futebol, praças e áreas de lazer, para que a Cidade esteja preparada para uma vida melhor pós-pandemia.

A manutenção de vias públicas e obras de drenagem e pavimentação também continuam em todo Município. Aliadas ao trabalho de paisagismo e limpeza, proporcionam uma Cidade melhor para viver.

 EDUCAÇÃO – A pandemia esvaziou as escolas e creches, mas não impediu que os alunos de Rio das Ostras continuassem a estudar. Os profissionais da Educação “arregaçaram as mangas” e levaram para o meio virtual todo conhecimento a ser passado.

Os alunos da Rede Municipal estão no segundo ano consecutivo de aulas on-line, com muito sucesso. Enquanto isso, todas as unidades escolares do Município passaram por reforma, algumas até ampliação, para ficarem prontas e equipadas para o retorno das aulas presenciais.

 CUIDAR DAS PESSOAS – Nunca foi tão necessário cuidar das pessoas. Em Rio das Ostras as secretarias municipais, autarquias e o Legislativo trabalharam juntos para ajudar os munícipes a enfrentar a pandemia.

Por meio de auxílios emergenciais, ambulantes, feirantes e artistas da Cidade conseguiram “segurar a barra” de não poder trabalhar por alguns meses.

Com a ampliação do serviço de abordagem social, a população mais carente tem também na Administração Municipal um apoio. Os profissionais da Assistência Social trabalham incansavelmente para apoiar as famílias mais vulneráveis e as pessoas em situação de rua.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – O Município precisa sair da pandemia ainda mais forte e próspero, por isso está investindo esforços para atrair novas empresas para a Zona Especial de Negócios (ZEN).

Neste último ano, Rio das Ostras teve um aumento de 23% na oferta de empregos e a arrecadação de ISS, cresceu 46% com o processo de ampliação de áreas de três empresas e a assinatura do Termo de Concessão para mais oito novas empresas na ZEN.

O turismo, embora com as atividades paralisadas neste período, não foi deixado de lado. Pontos turísticos como o Píer do Emissário e o Parque dos Pássaros foram revitalizados. O trecho da orla de Costazul até a Lagoa de Iriry também está ficando ainda mais bonito, e quando a pandemia acabar, a Cidade estará ainda melhor para receber novamente os turistas.

Também a Cultura está sendo ponto fundamental para o desenvolvimento de Rio das Ostras. A Fundação Rio das Ostras de Cultura nunca esteve tão próxima dos movimentos culturais e dos artistas locais, incentivando e apoiando neste momento difícil.

Esta jovem cidade de apenas 29 anos também está sofrendo. Muitas vezes não se consegue fazer mais e evitar os leitos cheios, os profissionais de Saúde exaustos e o choro das muitas famílias que perderam vidas. Mas não falta trabalho e vontade.

O desejo é que unidos, Administração Municipal e população, possam vencer a pandemia e poder voltar a comemorar as conquistas e vitórias de uma Cidade linda, que tem um povo acolhedor e ordeiro.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo