Esportes

Pré-Olímpico de boxe é cancelado e Brasil classifica sete pelo ranking

A força tarefa do Comitê Olímpico Internacional (COI), responsável pela organização da modalidade em Tóquio-2020, cancelou oficialmente na quinta-feira (15) o Pré-Olímpico das Américas de boxe em reunião com todas as federações do continente. Com isso, as vagas da região serão distribuídas pelo ranking e o Brasil terá sete boxeadores, quatro homens e três mulheres nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

Vale lembrar que além do classificatório das Américas, o Pré-Olímpico Mundial de boxe já tinha sido cancelado em fevereiro. Com isso, os representantes do Brasil em Tóquio-2020 serão Wanderson Oliveira (63 kg), Keno Machado(81 kg), Abner Teixeira (91 kg) e Hebert Conceição (75 kg) Grazieli de Jesus (51 kg), Jucielen Romeu (57 kg) e Beatriz Ferreira (60 kg).

Trata-se de uma equipe jovem e forte, já que Beatriz Ferreira é a atual campeã mundial e dos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, Keno Machado, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires-2018 e prata no Pan, Hebert Conceição, bronze no Mundial de 2019 e prata no Pan, e Abner Teixeira, bronze no Pan.

O Brasil estará representado em sete das 13 categorias do boxe dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Este número era para ser de oito, mas Flávia Figueiredo está suspensa por ter sido flagrada no exame antidoping recentemente e não poderá ir ao Japão.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo