Turismo

Melbourne: a melhor cidade do mundo para se viver

Conhecida como a capital da cultura, da gastronomia e do esporte de toda a Austrália, a cidade de Melbourne, no estado de Victoria, é considerada a melhor cidade do mundo para se viver devido ao nível de moradia e qualidade de vida.

E não é à toa. Embora seja uma cidade cosmopolita, com edifícios modernos misturados às históricas construções vitorianas, Melbourne abriga muitas aéreas verdes, com belos parques que inspiram atividades ao ar livre, como o Albert Park, conhecido como o local do GP da Austrália de Fórmula 1, com um circuito de 5,3 km de extensão e 16 curvas.

 

HISTÓRIA

Fundada em 1835, a capital de Victoria foi também a capital da Austrália de 1901 a 1927, enquanto Canberra era construída, um dos motivos que explicam uma cidade com tanta história e cultura. Uma forma de conhecer mais essa história é visitar a Cook’s Cottage, nos Fitzroy Gardens, considerada a casa mais antiga da Austrália. Construída em 1755 na Inglaterra, o chalé pertenceu aos pais do capitão inglês James Cook, que em 1770 mapeou a costa leste da Austrália e abriu caminho para a colonização britânica. A construção foi enviada de navio para Victoria e reerguida em Melbourne em 1934.

Pertinho dali está o bairro de Carlton, também conhecido como “little Italy”. Berço da colonização italiana, originada após a 2ª Guerra Mundial, a região concentra o melhor da cozinha italiana, como a pizzaria DOC, eleita uma das melhores da cidade. Os chineses também estão por toda a parte, sobretudo em Chinatown, famoso por seus restaurantes e lojas. A comunidade chinesa foi a terceira a chegar à cidade, em 1854, e fez fortuna nas minas de ouro da Austrália.

Bem próximo dali há o Queen Victoria Market, principal mercado de alimentos e artigos em geral de Melbourne e que você não pode deixar de visitar.

ATRATIVOS

Ao andar pela região central, você notará a limpeza, organização e educação dos moradores. No passeio, dá para conhecer várias atrações que ficam há apenas alguns minutos de caminhada uma da outra, como o magnífico Jardim Botânico Real, o Santuário da Lembrança e o grande estádio de críquete, o Melbourne Cricket Ground.

Na mesma região, é possível visitar um dos mais completos museus do país, a Galeria Nacional de Victoria, que conta com uma vasta coleção de arte, de diferentes movimentos e períodos.

Misturando arquiteturas diferentes, alguns bairros da cidade valem a sua visita, como o italiano Carlton e o descolado St. Kilda, onde fica uma das praias mais movimentadas da cidade.

Com vida noturna agitada, vários restaurantes e muita vida selvagem ao redor, Melbourne ainda proporciona passeios inesquecíveis, como uma visita ao Santuário de Healesville, onde é possível ter contato com animais típicos da Austrália, como cangurus e coalas.

Apesar de não ser tão famosa pelas praias, conta com uma bonita orla e, para quem gosta de nadar em oceanos diferentes, durante o verão, aproveite e mergulhe nas águas do Oceano Índico.

Federation Square – A Federation Square, também conhecida como Fed Square, é um espaço público de grande valor cultural para a cidade de Melbourne.

A praça está cercada por uma diversidade de museus, cinemas, teatros e restaurantes, formando o centro de lazer da cidade de Melbourne. Um ótimo lugar para passear e experimentar os melhores restaurantes da cidade.

Jardim Botânico de Melbourne – Lindo e encantador, o Jardim Botânico de Melbourne chama a atenção por suas belezas naturais. Perfeito para relaxar e praticar exercícios, o local é de fácil acesso, aconchegante e com uma infraestrutura de tirar o chapéu.

Queen Victoria Market – No Queen Victoria, as chances de encontrar tudo o que você busca são grandes. O mercado tem de tudo: desde roupas a vários tipos de comida. Além disso, o lugar tem história. É um dos maiores e mais tradicionais mercados do mundo.

E pra deixar tudo ainda melhor, os preços são bem acessíveis e provavelmente você não vai precisar deixar nada de fora.

National Gallery of Victoria – Galeria de arte e um museu em Melbourne. Fundada em 1861, é a maior e mais antiga galeria de arte da Austrália. O bloco principal da galeria está localizado na estrada St. Kilda, no bairro de Southbank, com uma filial na Federation Square, também em Melbourne.

Na época em que a galeria começou a funcionar, Victoria tinha sido uma colônia independente por somente dez anos, e no caminho da Corrida do Ouro, a colônia se tornou rapidamente a parte mais rica do país, e Melbourne, sua maior cidade.

Melbourne Cricket Ground – ícone esportivo da Austrália, recebendo inúmeras partidas de futebol. Os principais eventos esportivos que o estádio recebeu foram os Jogos Olímpicos de Verão de 1956, os Jogos Olímpicos de Verão de 2000 quando foi subsede do torneio de futebol e os Jogos da Commonwealth de 2006.

A história do estádio começa em 1853, quando o primeiro campo de cricket foi construído no local. O estádio passou por amplas reformas e transformações, sendo a última delas em 2006 para os Jogos da Commonwealt.

Melbourne possui incontáveis atrações além de ser linda e encantadora.

QUANDO IR

As temperaturas e chuvas são equilibradas e bem distribuídas ao longo do ano. No verão as temperaturas podem passar facilmente dos 30 ºC. No inverno temperatura fica mais amena e chove mais. Na primavera e no outono, o clima é bastante agradável.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo