Política

Governo lança RJ Alimenta em Campos, no Norte Fluminense

Com o objetivo de oferecer alimentação a quem mais precisa, o Governo do Estado abriu, na sexta-feira (07), mais uma unidade do programa RJ Alimenta, desta vez na cidade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O lançamento foi realizado pelo governador Cláudio Castro em espaço que vai oferecer 1.500 refeições diárias de forma gratuita para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ao todo, durante seis meses, serão servidas 270 mil refeições – entre café da manhã, almoço e jantar – no Restaurante do Povo Romilton Bárbara.

A ação é desenvolvida por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e conta com polos nas cidades do Rio, Nova Iguaçu e Magé. Ao todo, já foram distribuídas cerca de 1,5 milhão de refeições. Com a unidade de Campos, o RJ Alimenta passa a distribuir diariamente 7.500 refeições nas quatro unidades.

Durante a abertura realizada no fim da manhã, Cláudio Castro lembrou que o enfrentamento à Covid-19 é prioridade de gestão, mas também trabalha para que haja políticas públicas que auxiliem quem mais sofreu com as consequências da pandemia.

– O papel do Governo do Estado é olhar para quem mais precisa. Se conseguimos hoje colaborar com as cidades é porque fazemos um trabalho sério e de diálogo. O RJ Alimenta é um destas ações e tem uma função fundamental, que é matar a fome do povo. Não descansaremos enquanto houver um fluminense com fome – destacou o governador Cláudio Castro.

Com 64 anos, a aposentada Sônia Maria dos Santos era só elogios ao novo espaço.

– O restaurante ficou a coisa mais linda, estou muito feliz. O alimento é a coisa mais importante para o povo. Isso aqui vai ajudar muita gente – declarou Sônia, que é moradora de Campos.

As refeições serão servidas no Restaurante do Povo Romilton Bárbara, que passou por reforma realizada pela prefeitura de Campos, após quatro anos fechado. O espaço foi todo adaptado de acordo com protocolos e recomendações de segurança e prevenção da Covid-19, como, por exemplo, a colocação de placas de acrílicos nas mesas.

– Vamos oferecer comida de qualidade para a população que mais precisa em Campos. Estamos trabalhando no combate à fome, uma situação que está crítica em nosso estado – falou o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Bruno Dauaire.

A Prefeitura de Campos treinou equipes de educadores sociais que vão realizar no local atendimento humanizado aos usuários. O objetivo é identificar demandas e encaminhá-las para a rede de proteção social do município.

– A pandemia revelou uma das faces mais cruéis da vida, que é a fome. Por isso, a reabertura do Restaurante do Povo é muito importante para a população de Campos. A obra de reforma do local foi feita por meio de parceira público-privada e não custou nada aos cofres públicos da cidade. Teremos aqui, ainda, um trabalho de acolhimento para ajudar no que for possível essa população – disse o prefeito de Campos, Wladimir Garotinho.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo