CidadesDestaque

Fundação de Cultura auxilia artistas na produção das contrapartidas da Lei Aldir Blanc

Quando o trabalho é feito em parceria, de forma conjunta, o resultado fica bem melhor. Com essa filosofia, a Fundação Rio das Ostras de Cultura iniciou, essa semana, a auxiliar os beneficiados pela Lei Aldir Blanc na produção das contrapartidas que os artistas têm que apresentar na prestação de contas do auxílio federal.

Os artistas que necessitarem, receberão ajuda para gravar o seu material, que será produzido na Casa de Cultura. A gravação é feita pelo diretor da unidade, Rodrigo Pontes, que também produziu o cenário onde são feitas as filmagens.

Essa é mais ação desenvolvida pela equipe da Fundação Rio das Ostras de Cultura para auxiliar os artistas neste período de pandemia. “Inicialmente os artistas iriam ministrar oficinas de forma presencial, mas com a pandemia, essa ideia teve que ser adaptada para preservar a saúde de todos e evitar a possibilidade de contágio e transmissão do vírus. Além disso, essa é uma forma de ajudar a todos que precisam gravar, mas não têm acesso a equipamentos ou conhecimento de gravação. A nossa ideia é facilitar sempre a vida dos artistas”, explicou a presidente da Fundação, Cristiane Regis.

Na opinião do diretor da Casa de Cultura, o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Fundação deve ser ressaltado. “Toda nossa equipe, da presidência até os servidores, está tendo um cuidado muito grande com os artistas de todas as áreas, não só na criação de editais para que eles possam receber um auxílio neste período de pandemia, como também na formatação de ideias e produção de conteúdo para o material de trabalho”, declarou Rodrigo Pontes.

Para a artesã Carla Sales, essa ajuda está sendo fundamental para a realização de seu vídeo de contrapartida. “Essa orientação está sendo muito importante porque eu estava perdida e não sabia como fazer e nem como começar. Outro fato importante é que gravamos em um espaço reservado e para quem tem criança em casa, como eu, fica mais fácil. Estou adorando porque, além de tudo, estou aprendendo algumas técnicas e macetes. Quando precisar fazer em casa já vou saber usar as técnicas que estou usando nesta gravação. Só tenho a agradecer”, afirmou Carla, que gravou três vídeos de oficinas de artesanato.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo