Turismo

Costa Amalfitana: uma das regiões mais lindas da Itália

A Costa Amalfitana é uma área ao sul da Itália, na região da Campânia, composta por pequenas e charmosas cidades dispostas ao longo uma faixa de 50km às margens do Mar Tirreno. O lugar é considerado patrimônio da UNESCO e se caracteriza pelos cenários naturais deslumbrantes, que incluem não apenas o belo mar de cores azuladas dessa parte do país como enormes montanhas e destinos cheios de história! Confira nossas dicas da Costa Amalfitana e o que fazer na região italiana!

Chamada Costiera Amalfitana em Italiano, a região tem pequenos vilarejos e cidades que são uma fonte inesgotável de paisagens surpreendentes e excelente gastronomia. É um destino que fica cheio no verão, período de alta temporada nas praias do sul da Itália, mas que não precisa ser conhecido necessariamente para aproveitar apenas o mar – o lugar tem uma paisagem tão bonita que vale a pena ser conhecido o ano inteiro.

 

ATRATIVOS

Bem perto de Nápoles, ao sul da Itália, a região Amalfitana é o reduto perfeito para quem gosta de unir cultura à beleza natural. Suas cidades estão lotadas de construções distintas, igrejas, catedrais, praças e terraços que narram os acontecimentos marcados ao longo da história.

Amalfi e Positano são as cidades mais conhecidas da região, mas há vários outros lugares que podem ser explorados e oferecem experiências maravilhosas! Não sem razão essa é uma área conhecida como uma das mais belas da Itália, que muitos casais escolhem como destino de seu casamento.

O percurso entre as cidades é um charme à parte. As estradas sinuosas estão localizadas em toda a costa, proporcionando uma bela paisagem dos vilarejos situados no alto dos penhascos, com vista para o mar azul.

As praias também possuem ótima infraestrutura, e muitas delas são bem luxuosas. O belo mar de águas claras e muita badalação te esperam por lá!

Com enormes mansões à beira de penhascos, centros históricos e lindas praias, as cidades da costa estão localizadas na região da Campania.

Elas ficam em um trecho de 50 quilômetros no sul da Península Sorrentina, bem de frente para o Golfo de Salerno, no Mar Tirreno — parte do Mar Mediterrâneo que banha a Costa Amalfitana.

Toda a região de Amalfitana é repleta de comunas espetaculares e cheias de atrações para os mais diversos perfis de viagens.

A região abrange o trecho de 60 km entre as cidades de Sorrento e Salerno, e inclui 13 comunas: Ravello, Amalfitana, Scala, Minore, Maiori, Atrani, Positano, Vietri Sul Mare, Cetara, Praiano, Tramonti, Furore e Conca dei Marini.

 

PRINCIPAIS CIDADES

Positano

É uma das cidades mais conhecidas da Costa Amalfitana, sempre procurada para ensaios fotográficos por seu visual deslumbrante. Com uma área de menos de 9km², ela é a “primeira” cidade da costa levando-se em consideração o sentido oeste-leste. É uma cidade bastante íngreme, com um “centrinho” que fica na beira do mar e acesso de veículos restrito. Estacionar em Positano pode ser uma missão difícil, assim como nas demais pequenas cidades da Costa Amalfitana, por isso, recomendo que visite o local sem carro.

As próprias ruas de Positano, floridas, com lojinhas de artesanato e presentes já são uma atração; mas além disso há locais clássicos que vale a pena visitar e fazer um registro fotográfico.

Entre as grandes atrações da cidade estão a Igreja de Santa Maria Assunta, com uma cúpula em estilo bizantino que pode ser admirada de vários pontos de Positano, além da Praia Grande (o centro e alma da cidade) e a Praia di Fornillo.

O burburinho de Positano concentra-se ao redor da Praia Grande (Spiaggia Grande), uma praia com cerca de 300 metros de extensão, onde há clubs de praia (acesso pago), restaurantes à beira-mar e o “porto”, por onde chegam e saem diversas embarcações ao longo do dia. Nessa praia você também pode contratar um passeio de barco, privado ou em grupo, para conhecer um pouco do litoral da região ou pegar um serviço de táxi, que leva a restaurantes ao longo da costa.

 

Amalfi

Outra das principais cidades da Costa Amalfitana, a pequena Amalfi tem em torno de 5 mil habitantes. A cidade fica às margens do mar, tem uma praia com restaurantes de um lindo visual e um centrinho animado, onde ficam restaurantes, gelaterias, lojinhas de presentes e a Piazza del Duomo, que guarda a catedral da cidade. É um lugar super charmoso, com um conjunto arquitetônico e visual que é uma atração por si só.

Amalfi foi uma das mais importantes e poderosas Repúblicas Marinaras (Repúblicas Marítimas) da história italiana, que eram cidades portuárias que se destacavam pelo comércio e prosperidade econômica e militar. A cidade é tão importante para a história do país, que seu símbolo está representado na bandeira da “Marina Militare”, a Marinha Militar, uma das forças armadas italianas.

 

Atrani

Bem coladinha em Amalfi, Atrani é uma cidade pequenina e simpática. O caminho a pé entre Amalfi e Atrani é bem bonito, ótimo para tirar algumas fotos da paisagem, que é sempre sensacional!

A cidade de Atrani tem uma pequena praia de areia escura, uma praça principal chamada Pizza Umberto I, a Igreja de San Salvatore del Bireto, a igreja Collegiata di Santa Maria Maddalena, fundada em 1274 e que fica no alto da cidade e a Igreja de Santa Maria del Bando, que encontramos fechada, mas fica no alto da cidade também em uma posição muito privilegiada.

 

Ravello

Bastante diferente de outras cidades da Costa Amalfitana, Ravello fica a cerca de 365 metros acima do nível do mar e tem um visual simplesmente fantástico. É um destino maravilhoso e menos popular que suas vizinhas Amalfi e Positano, mas que recomendo muito conhecer! A cidade tem seu acesso através de uma via bem estreita, que em alguns pontos só há espaço para um carro. O próprio percurso para chegar e sair da cidade já é uma diversão.

Com menos de 3 mil habitantes, Ravello é conhecida como a “cidade da música”. Ela não tem tanto comércio e possui algumas atrações incríveis, como a Villa Rufolo, que tem jardins edificados em meados de 1200.

 

Maiori e Minori

As cidades de Maiori e Minori são outra ótima opção para incluir em seu roteiro na Costa Amalfitana. São cidades menos populares e talvez um pouco menos charmosas do que Positano, mas que além de oferecerem uma boa estrutura, também podem ter preços mais razoáveis em hospedagem.

 

 

QUANDO IR

Se você quer curtir as praias da região e aproveitar a atmosfera tropical da costa da Itália, a primavera e verão são as melhores opções.

Embora não seja alta temporada, na primavera as temperaturas estão mais amenas e são um convite para a estação mais esperada.

Com a chegada do verão, em dezembro, o litoral italiano vive seu auge com sol, calor e muitos turistas.

Nesta época, os bares e restaurantes ficam abertos até tarde e oferecem uma programação especial aos visitantes. As praias estão sempre lotadas e o clima é muito animado, regado de boa música e ótimos drinks.

Já para quem quer apreciar outras atrações na região, como centros históricos e vilarejos antigos, as temporadas de outono e inverno proporcionam um turismo bem agradável pela Amalfitana.

Além disso, por ser baixa temporada, os preços são bem convidativos tanto na rede hoteleira quanto nos bares e restaurantes. Vale muito a pena também viajar nessas épocas!

 

COMO CHEGAR

Para turistas que partem do Brasil, não há voos diretos para a região. A melhor forma de chegar até a costa é indo até o aeroporto de Capodichino, em Nápoles. A partir daí, você poderá viajar de trem ou alugar um carro até o destino.

Se já estiver na Europa, ainda é possível encontrar voos operados por companhias low-cost, que saem de outras cidades europeias para Nápoles.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo