CidadesDestaque

Cidades da Região dos Lagos decidem manter restrições

Mesmo com o fim do ‘super feriado’, implantado pelo Estado do Rio de Janeiro para conter o avanço do Covid-19, municípios da Região dos Lagos decidiram prorrogar as medidas adotadas durante o período. Na segunda-feira (05), a Prefeitura de Cabo Frio anunciou que vai prorrogar a interdição das praias da cidade e suspendeu as barreiras sanitárias.

Na cidade continuam mantidas as medidas de proibição de festas e funcionamento de casas de show. Os hotéis e meios de hospedagem podem funcionar com 50% da capacidade.

As medidas serão prorrogadas por mais uma semana, segundo o prefeito José Bonifácio (PDT).

As restrições que foram adotadas durante a pausa emergencial continuam em vigor.

Segundo a Prefeitura, a única barreira que continua montada é a da ponte do distrito de Barra de São João, que dá acesso à Casimiro de Abreu. A permanência da barreira foi um pedido da Prefeitura de Casimiro de Abreu.

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia também informou que o Decreto Nº 063, com medidas restritivas em contenção à Covid-19, segue em vigor no município ao longo desta semana. A possível adoção de novas diretrizes será debatida na próxima reunião do Gabinete de Crise, prevista para o fim da semana. As ações de fiscalização continuam em pontos estratégicos da cidade a fim de evitar a circulação de pessoas que não residem ou não trabalhem na cidade.

Rio das Ostras mantém fechados comércios e áreas de lazer

 Com ocupação de 100% leitos e pacientes esperando na fila para atendimento, o município de Rio das Ostras decidiu

manter as medidas restritivas dos Decretos nº 2825/21 e 2831/21, ainda vigentes, até, a princípio, a próxima quarta-feira (7), quando acontecerá a reunião semanal da Comissão Municipal de Enfrentamento da Covid – composta por autoridades municipais, além de servidores especialistas em medicina sanitária municipais e estaduais – com o Ministério Público. Neste encontro, serão analisados os índices sanitários e de saúde do Município.

Portanto continuarão fechados bares, quiosques, depósitos de bebidas, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e similares, além das praias (não será permitida a permanência), praças, lagoas, lagos, rios, parques e mirantes, academias, estúdios, similares e afins. Também não estão liberadas as manifestações religiosas presenciais dentro de templos de qualquer natureza.

A fiscalização continuará efetiva com equipes da Coordenadoria Geral de Fiscalização e Postura (Comfis), do Grupamento de Operações Especiais (GOE) da Guarda Civil Municipal e PROCON de Rio das Ostras.

Continuarão permitidas as práticas esportivas individuais à céu aberto, a realização de cultos, missas ou qualquer manifestação religiosa de forma online, e o atendimento individual de aconselhamento espiritual ou confissões, desde que não promovam aglomerações e sigam todas as medidas de prevenção.

BARREIRAS – Continuam, sem prazo determinado para término, as barreiras sanitárias nas entradas da Cidade, em conjunto com a Prefeitura de Casimiro de Abreu.

Somente moradores com comprovante de residência, trabalhadores com comprovação, pacientes com consultas devidamente comprovadas, audiências em tribunais (apresentar citação/intimação), atendimento em órgãos públicos com comprovante de agendamento, profissionais da área de Saúde e Segurança em serviço, com as devidas comprovações, veículos oficiais em serviço e ambulâncias têm permissão para passar nas barreiras.

 Arraial prorroga Decreto

 A Prefeitura de Arraial do Cabo decidiu prorrogar o Decreto 3.292 prorrogando, até 11 de abril, as medidas de restrição para enfrentamento a Covid-19. A decisão foi publicada na edição do Diário Oficial, do último sábado (3).

O Decreto segue as orientações do Ministério Público do Rio de Janeiro para que os municípios adotem medidas restritivas ao coronavírus, cujo objetivo é evitar a propagação da doença. O Decreto leva em consideração ainda, o Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19, da Fiocruz / Ministério da Saúde, emitido em 30 de março de 2021, que monitora os índices de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Com a prorrogação do Decreto, permanece proibido o acesso às praias e lagoas do Município. Também seguem proibidos passeios de barcos, barcos-taxi, bugres, jardineiras, quadricíclos, mergulhos e acesso de turistas.

As barreiras sanitárias estão mantidas. O Decreto mantém, ainda, o cancelamento de emissões de QR Codes por hospedagem, turismo náutico, restaurantes, aluguel de casas e outros serviços.

União entre prefeitos

Durante a pausa emergencial, prefeitos de diversas cidades da região se uniram para trabalhar em conjunto nas barreiras montadas em pontos estratégicos. A maior barreira foi montada na saída da RJ-124, a Via Lagos, na altura de São Pedro da Aldeia.

As equipes de fiscalização de Cabo Frio interromperam 11 festas clandestinas durante a pausa.

Neste ponto da barreira, motoristas chegaram a enfrentar um engarrafamento de cerca de 10 km, com aproximadamente 3 horas de tempo de espera.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo