DestaquePolítica

Búzios decreta restrições mais severas para conter avanço do Covid-19

A Prefeitura de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio, anunciou restrições mais severas de enfrentamento a Covid-19 para conter o avanço do coronavírus no balneário. A informação foi divulgada pelo O Dia. O novo decreto traz algumas proibições e restrições visando o cumprimento das normas de segurança contra a pandemia do coronavírus e o avanço do contágio.

De acordo com o novo decreto, festas e eventos estão proibidas pelo período de 30 dias na cidade. Os bares e restaurantes de Búzios poderão funcionar até a meia-noite, diariamente. Os ônibus só poderão entrar no município com todos os passageiros sentados, comprovando que moram ou trabalham na cidade ou ainda que possuam o Qr Code com a reserva em algum meio de hospedagem. As barreiras sanitárias, que funcionam desde o início da pandemia, estão com atenção e fiscalização redobrada.

Segundo informações internas, a preocupação do Governo buziano em fortalecer as regras e restrições, e ampliar a fiscalização, incluindo as barreiras sanitárias, se dá pelo número de atendimento de casos de covid-19 de pessoas de outros municípios, sobretudo de Cabo Frio que apresenta alto número de casos de coronavírus, que estão recorrendo a Búzios, com apresentação de documentação de amigos e moradores da cidade, o que ocasiona uma ocupação maior de leitos na rede municipal.

Segundo o boletim da Secretaria de Saúde de Búzios, o município conta com 3.276 casos confirmados de coronavírus, sendo 3.157 pessoas curadas com um total de 33 óbitos. Búzios conta com 9 leitos ocupados.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo