Aventure-se em BROTAS

0
13

Marcada por uma posição geográfica privilegiada e belezas naturais preservadas, a Estância Turística de Brotas conquistou o título de Capital do Turismo de Aventura e desponta no contexto ecoturístico nacional. As condições naturais fazem de Brotas uma das poucas regiões do interior de São Paulo que ainda concilia ambiente natural, com os aspectos de uma área quase toda ocupada pela atividade rural, garantindo-lhe uma forte beleza paisagística além de apresentar aspectos culturais típicos da comunidade local.

Em suas serras, muitas nascentes, represa, ribeirões, corredeiras, rios e cachoeiras que cortam vales e encostas, concentra uma enormidade de atrativos turísticos. O potencial para o turismo de aventura, ecoturismo e para o turismo rural, a prática de esportes de aventura, como o rafting, bóia-cross, canyoning, arborismo e outros. A procura por estes esportes fez crescer a economia local, e com isso, a cidade tem uma excelente estrutura de Hospedagem e Gastronomia de qualidade, para melhor receber seus visitantes.

OLHO – Brotas é conhecida como um paraíso para os amantes dos esportes radicais.

Dotada de recantos inesquecíveis, um deles é a chamada “Areia que canta”, que na verdade são três olhos d’água que formam uma piscina natural de água borbulhante. A areia retirada do fundo produz um som que é semelhante à de um canto quando é esfregada pelas mãos, e o mais impressionante é que ao pisar nesta mesma areia, existe a sensação de estar em uma areia movediça.

Dentre as mais de 30 cachoeiras do município, algumas são mais conhecidas como a do Astor, um dos principais pontos para a prática de cannyoning, o alpinismo dentro das cachoeiras. Mas para quem deseja descansar, a cidade também oferece programas bem tranquilos.

História

A cidade de Brotas teve início a partir da construção da Capela Santa Cruz, por volta do ano 1839, dando início a um povoado. Em pouco tempo, tornou-se distrito de Araraquara e em 1853 foi transferido para Rio Claro. No ano de 1859, o distrito foi passou a ser município.

Sua fase de maior desenvolvimento foi durante a expansão da lavoura de café, entre as décadas dos anos 1920 e 1930, na qual a cidade recebeu um grande número de imigrantes italianos, o que já vinha acontecendo desde o final do século XIX. Aos poucos, com a influência da agricultura cafeeira, o município perdeu grande parte da sua população para outros centros, principalmente São Carlos, Rio Claro, Jaú e Piracicaba.

Rio Jacaré Pepira

Personagem principal do turismo em Brotas, o Rio Jacaré Pepira é um dos únicos rios limpos do Estado de São Paulo, no começo da década de 1990 teve sua qualidade ameaçada pela possível construção de um curtume na cidade. Naquela época, curtumes como o proposto não tinham tratamento adequado da água que seria lançada no rio, além de deixarem um odor nada agradável num grande área próxima.

Numa iniciativa inédita, inovadora e até bastante desacreditada na época, um grupo de jovens começou a mapear o leito do rio, suas cachoeiras, fauna e flora, propondo então o turismo ecológico como uma alternativa para o desenvolvimento do município e uma forma de preservar o rio Jacaré Pepira.

Em seu trecho de 174 km da nascente até o rio Tietê, onde desemboca, o rio Jacaré Pepira recebe água de dezenas de afluentes, a maioria córregos formados por nascentes preservadas, forma mais de 50 cachoeiras e quedas d’água principalmente em seu primeiro trecho, no município de Brotas, e abriga centenas de espécies da fauna e flora até os dias de hoje, uma biodiversidade gigantesca.

Depois do trecho onde é feito o rafting, o rio recebe seus maiores afluentes, incluindo alguns rios menores como o Rio Pinheirinho, e se torna mais profundo, largo e tranquilo, permitindo a navegação de pequenas embarcações, ideais para a pesca esportiva de moradores da região.

Areia que canta

Considerada um tesouro natural da cidade, a nascente Areia que Canta, localizada dentro do hotel fazenda de mesmo nome, chama a atenção pela cor verde-esmeralda. O visual que se tem ao chegar lá encanta qualquer turista. O lugar protege aves como o arapaçu-do-cerrado e a maria-cavaleira.

O fundo da nascente é todo de areia branquinha, onde uma quantidade enorme de água brota sem parar. Todo o passeio é pensado de modo a manter essa joia da natureza preservada e tudo é muito bem explicado por um guia. As visitas são feitas em grupos e apenas um número limitado de pessoas pode entrar na água ao mesmo tempo.

Ali, a atividade é a flutuação, já que você só pode pisar no fundo do lago em alguns pontos específicos, para não compactar a areia. Nos chamados “olhos”, onde a água brota com intensidade, ao colocar os pés no chão você vai afundar aos poucos na areia. Mas não se assuste – a água não vai passar da altura dos seus ombros.

Cachoeiras

Brotas reúne diversas cachoeiras e atrativos naturais que ficam nos ‘Sítios Turísticos’. As fazendas particulares estão abertas a visitação, mediante pagamento ingresso. A maioria dos sítios oferece estrutura de lazer completa ideal para passar o dia com a família. Confira algumas das cachoeiras da cidade!

Cachoeira Cassorova: uma das mais famosas e melhores cachoeiras em Brotas para prática de Canyoning (Rapel nas cachoeiras), composta por duas quedas d’agua, a primeira de 42 metros e a segunda de 18 metros, aproveite também para um refrescante banho na piscina natural que se forma na base da cachoeira de até 6 metros de profundidade. Para se chegar até a Cachoeira Cassorova é preciso caminhar por 5 minutos em uma curta trilha de 200m, toda calçada, autoguiada e com corrimão, o que garante maior segurança do passeio.

Cachoeira dos Quatis: o acesso à cachoeira dos Quatis se dá por uma das mais belas trilhas de Brotas, com deslumbrantes paisagens, sendo 1.500 metros de extensão, a cachoeira possui 46 metros de queda livre e um visual fantástico! Ótima para prática de Canyoning (rapel nas cachoeiras) tomar banho de cachoeira e em sua piscina natural. Além do contato com a natureza, você poderá observar pássaros, quatis, veados, macacos e outras espécies animais.

Cachoeira Roseira: cachoeira formada pelos córregos Tijuco Preto e Roseira, de águas totalmente limpas, forma uma queda de 55 metros de altura. Essa é uma das cachoeiras ideais e acessíveis para tomar um banho e sentir a pureza da natureza.

Cachoeira Santo Antônio: formada pelo córrego Roseira, de águas totalmente limpas, forma uma queda de 20 metros de altura. Além dessa cachoeira ser acessível para banho, ela forma uma piscina natural, onde você poderá curtir ainda mais seu banho de cachoeira.

Cachoeira da Nascente: uma linda cachoeira delicada de 6 metros de altura, essa cachoeira possui esse nome por estar bem próxima à nascente. O acesso a ela é muito fácil, por uma trilha curta e bem leve de aproximadamente dois minutos de caminhada.

Cachoeira do Astor: uma das mais famosas de Brotas e possui uma queda de 25 metros, é acessível por caminhada íngreme de cinco minutos, e excelente para os iniciantes de Canyoning (Rapel nas Cachoeiras). Possui uma piscina natural para banho.

Capela de Santa Cruz

Localizada no largo de Santa Cruz, a Capela é um dos locais históricos de Brotas. A construção da igreja marca a fundação da Cidade de Brotas, em 3 de maio de 1839. Ao redor da igreja é comemorada a Festa de Santa Cruz, a maior e mais tradicional festa da cidade durante o final de abril até o começo de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here